2G é mais usado que 3G no Brasil

Se o 3G é constantemente criticado pela má qualidade da rede, o novato 4G já deve estar com a orelha quente de tanto receber queixas. Mas o que pouca gente sabe é que, no Brasil, a modesta rede 2G ainda é dominante por ser a única a cobrir todos os municípios.

Segundo o presidente da Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações -, João Rezende, a situação deverá mudar a partir de junho, quando o terceira geração – lançada no país em 2008 – enfim será estendida a todo o território nacional. Atualmente, ela alcança 3.473 municípios, onde vive 90% da população.

A migração para a tecnologia sucessora acelerou-se em 2013. No início do ano passado, a vantagem em número de celulares era grande: 194,7 milhões contra 53,9 milhões equipados com 3G. Ao longo do ano, o crescimento de 75%  “roubou” 18% dos clientes que, pelo menos tem tese, partiram para uma estrutura melhor e mais rápida.

Rezende atribui a mudança a duas variáveis principais: ao aumento da competição entre as teles – que leva para baixo os preços dos aparelhos e dos pacotes de dados – e ao crescimento da renda dos brasileiros. Com mais dinheiro no bolso, a tendência é que o povo amplie o investimento em smartphones.

“Esse aumento no número de usuários 3G exige cada vez mais investimentos em infraestrutura e banda por parte das empresas para que não tenhamos problemas com qualidade nos serviços”, afirmou o presidente da Anatel.

Via: Estadão Conteúdo

—— 213 Visualizações ——

1 Comment

  1. Angel Mara says:

    Caramba é sério isso?
    Nunca vi 2G aparecer no meu aparelho, mas tem horas que o 3G fica imprestavel, é por isso entao?
    Valeu pelas explicações.

Leave a Comment

Responda abaixo *

4/PMu4arrUtX_Gx5I2HnnwcOndZUB5.YoLlK6Bm3EkcshQV0ieZDAqs5m1BdAI