RIO – Dispositivos localizadores, softwares que regulam uso de celulares, aplicativos para monitorar a troca de mensagens e até uma tornozeleira que acompanha os sinais vitais dos bebês. Diante da obsessão dos adultos por preservar seus filhos de perigos, soluções digitais como essas viraram filão e ganharam espaço na rotina...